tributação digital

Entenda como funciona a tributação digital

A tecnologia está, cada dia mais, invadindo a vida das pessoas espalhadas pelo mundo. Entretanto, nos últimos anos, presenciamos a invasão dessas ferramentas nas empresas — mesmo aquelas menores, com faturamento reduzido e um número de funcionários pequeno, foram afetadas por ela.

Com isso, novas rotinas e procedimentos estão sendo criados ou aperfeiçoados. Um dos mais interessantes está relacionado com a tributação digital. A informatização trouxe novos formatos de apuração, pagamento e informação sobre questões fiscais de uma empresa.

Neste artigo, mostraremos como essa nova tributação funciona, os impactos que causará em seu empreendimento e outras indicações importantes. Acompanhe!

A necessidade de modernizar procedimentos fiscais

A criação de ferramentas tecnológicas altamente avançadas possibilitou que as empresas pudessem gozar de benefícios relacionados à integração e à velocidade na execução de processos internos.

Por exemplo, até pouco tempo atrás, a emissão de uma nota fiscal demoraria alguns minutos para ser efetuada, precisando, em muitos casos, serem escritas a próprio punho e utilizando formulários especiais comercializados em gráficas específicas.

Atualmente, esse mesmo processo pode ser efetuado em apenas alguns segundos, dependendo de poucos cliques, por meio de um sistema totalmente integrado e de fácil manuseio. Esse é apenas um exemplo dos milhares que nos mostram como a tecnologia vem influenciando e modificando os ambientes empresariais.

Com isso, é inevitável que os gestores e empresários sejam obrigados a investir nesse tipo de tecnologia. De algumas delas, de fato, não há mais como fugir. Por exemplo, as Notas Fiscais eletrônicas, que, atualmente, são os documentos fiscais exigidos em muitos estados brasileiros.

Além das exigências tributárias, também existem outros benefícios relacionados à integração e rapidez na execução de processos. Nesses casos, apesar de não ser obrigatória a aquisição de um sistema para essa finalidade, quem os utiliza sempre estará um passo à frente em termos de gestão administrativa, gerenciamento fiscal, financeiro e estratégico.

Também é importante que o gestor esteja atento a essas novidades para que ele não fique atrasado e não seja prejudicado quando alguma nova exigência surgir e for necessária a utilização de sistemas, como ocorreu com a Nota Fiscal eletrônica e outros documentos desse mesmo tipo.

A influência da tributação digital na gestão da empresa

Agora que você entendeu como a tecnologia impacta as empresas e qual é a necessidade do investimento nessas ferramentas, vamos mostrar como ela influenciará o dia a dia dos empresários, gestores e colaboradores.

Alguma das indicações que mencionaremos nos próximos tópicos já estão ocorrendo no âmbito empresarial — e, como dissemos, empreendimentos de menor tamanho também já estão sendo impactados diretamente por esse avanço. Continue lendo!

Acesso remoto a informações e arquivos

O acesso a informações e arquivos da empresa de forma remota — ou seja, sem a necessidade de estar presente fisicamente — é um dos grandes benefícios que foram obtidos por meio da utilização da tecnologia. Atualmente, uma pessoa pode ter acesso a documentos importantes em qualquer lugar do mundo que tenha um computador com acesso à internet.

Esse benefício foi criado com o que é chamado, por muitos, de milagre do armazenamento na nuvem. Essa ferramenta é capaz de guardar documentos escaneados em servidores que não necessitam de computadores e periféricos físicos, tampouco de ambientes ou salas especiais para sua instalação.

Além disso, a tecnologia também possibilitou que esses mesmos empresários ou gestores tivessem acesso a informações importantes do seu negócio com poucos cliques de distância. Utilizando softwares específicos é possível, por exemplo, verificar a quantidade de notas fiscais emitidas em tempo real e de forma muito simples e intuitiva.

Apuração de tributos de forma mais rápida

Outro impacto que a tributação digital proporcionou às empresas foi apuração de impostos de forma mais rápida e eficiente. Processos que demandavam horas e a participação de muitos funcionários não são mais necessários. Os próprios órgãos de tributação oferecem ferramentas para apuração de tributos. Além disso, os sistemas utilizados no ambiente empresarial também oferecem suporte para esse tipo de ação.

Envio de informações aos órgãos tributantes

O envio de informações para os órgãos responsáveis pela apuração de tributos já é uma realidade. Existem diversas obrigações que as empresas precisam enviar periodicamente a essas repartições para comprovar a veracidade das informações fiscais apuradas. Um exemplo desse processo foi a criação do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED).

Gerenciamento financeiro

Apesar de serem diferentes, o gerenciamento financeiro também foi impactado pela tributação digital. Esse setor precisa ser modernizado para acompanhar a evolução e suprir todas as necessidades que surgirão a partir da integração de informações entre ambos.

Maior exposição nas ações da empresa

A criação das ferramentas para o envio de informações tributárias aos órgãos de fiscalização gerou uma maior exposição da empresa perante eles. Sendo assim, tornou-se ainda mais importante o conhecimento e total observação aos preceitos legais já existentes na legislação tributária brasileira.

Nesse sentido, vale a pena ressaltar a importância de contar com profissionais qualificados na área fiscal para evitar autuações, bem como conhecer as informações relevantes, precisas e corretas sobre esse tipo de assunto — o que você já está fazendo ao acessar esse tipo de conteúdo.

Melhor controle por parte dos gestores

Outro impacto positivo que a tributação digital proporcionou às empresas é o melhor controle dessa área por parte dos gestores. Como as informações geradas a partir de ferramentas e softwares são extremamente precisas e em tempo real, os responsáveis pelos setores passaram a ter mais embasamento para tomar decisões gerenciais importantes para o sucesso e o crescimento do negócio.

Informações precisas e qualificadas

Por fim, aproveitando o que foi mencionado no tópico anterior, a tecnologia da tributação na era digital possibilitou que a empresa tenha acesso a informações precisas e qualificadas sobre as questões fiscais que impactam sua área de atuação.

Dessa forma, ficou ainda mais fácil atender a todas as exigências legais, aproveitar benefícios e créditos fiscais que são proporcionados pela Lei, além de manter-se em dia com suas obrigações e demais preceitos legais que podem ser utilizados para reduzir sua carga tributária (fazendo com que a empresa pague uma quantidade de impostos compatível com a sua atividade e porte).

Assim, podemos concluir que a tributação digital, apesar de impactar diversos pontos de uma organização, proporcionará benefícios consideravelmente maiores, possibilitando uma melhor geração de informações e integração entre os demais departamentos.

Gostou deste post? Somos referência em fonte de informações sobre tributação na era digital. Se você quer ficar por dentro de todas as novidades dessa área, assine nossa newsletter para não perder nenhum novo conteúdo.

Sem Comentários