Confira quais são os tipos de empresa e suas características

tipos de empresa
6 minutos para ler

Ao abrir um negócio, uma das tarefas mais desafiadoras e que geram dúvidas aos empreendedores são os tipos de empresa e como escolher o mais adequado conforme necessidades específicas, atividades exercidas, expectativa de faturamento, enquadramento tributário, quantidade de sócios e demais.

Isso porque existem diversas opções existentes no Brasil, o que dificulta ainda mais essa escolha. Pensando nisso, elaboramos este conteúdo para explicar os principais tipos, suas diferenças, constituição e demais informações relevantes sobre o assunto.

Confira!

Microempreendedor Individual (MEI)

O MEI se trata de um tipo de empresa ideal para a pessoa que exerce suas atividades por conta própria, mas que precisa de um Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ), com a finalidade de emitir notas fiscais pelo produto oferecido ou serviço prestado.

Além disso, trata-se de um modelo menos burocrático, mas que também impõem uma série de restrições. Por exemplo, não pode ter mais de um funcionário, não adquirir renda bruta anual que exceda R$81 mil e impossibilidade de ser sócio em outras organizações.

Contudo, os empreendedores que se enquadram nessas condições e que exercem atividades permitidas para esse tipo, estabelecidas em tabela própria, conseguem usufruir de vários benefícios. Inclusive no momento de pagar os tributos, já que essa responsabilidade é cumprida por meio de uma guia única, apresentando, também, valores menores que outros tipos de empresa.

Empresário Individual

Trata-se de um modelo de empresa que não precisa de sócio. Sendo assim, quem abre esse tipo de empresa não é considerado sócio dela, mas sim o único dono e, por esse motivo, o nome do negócio deve ser o mesmo do seu proprietário. Além disso, o Empresário Individual não pode separar os bens particulares da organização, o que quer dizer que seus patrimônios podem ser usados para quitar dívidas do negócio.

Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI)

A EIRELI é uma empresa caracterizada como sociedade que não exige a necessidade de sócios, o que a difere de uma sociedade comum. Também, um único proprietário pode ser responsável pelo negócio em sua integralidade e tomar todas as decisões necessárias.

Contudo, para abrir um negócio como EIRELI é preciso fazer o investimento de um capital social relativamente elevado, tendo em vista que ele equivale, em média, ao montante de 100 salários mínimos vigentes. Entre suas vantagens está a separação dos bens do empreendedor dos da pessoa jurídica.

Sociedade Simples

A Sociedade Simples é um modelo de empresa indicado para o empreendedor que buscar exercer atividades intelectuais, por exemplo, advogados, médicos, contadores, dentistas, entre outros. Isso porque, além de ser uma organização de prestação de serviços, normalmente é constituída por dois ou mais sócios, que atuam no mesmo segmento e que têm objetivos semelhantes de negócio. Pode ser dividida em:

  • Sociedade Simples Pura: não envolve a separação dos patrimônios pessoais dos sócios com os bens da empresa;
  • Sociedade Simples Limitada: engloba a separação de bens, evitando que sejam usados para quitar dívidas da companhia.

Sociedade Anônima (S.A)

A Sociedade Anônima, também chamada de S.A, é um dos tipos de empresa que mais se difere dos demais formatos, considerando que em vez de cotas, os sócios dividem o capital investido em ações. Sendo assim, são vistos como acionistas, logo, têm o direito de comprar e vender ações, o que ocorre de forma bastante habitual em empresas de grande porte. A S.A pode ser dividida em:

  • capital aberto: na qual as ações podem ser negociadas na bolsa de valores;
  • capital fechado: nesse caso, as ações não podem ser vendidas na bolsa de valores, mas para os acionistas que já fazem parte da constituição da empresa ou para “convidados”.

Sociedade Empresária Limitada (LTDA)

A Sociedade Empresária Limitada se trata de um dos tipos de empresa mais comuns e implementados por grande parte dos empreendedores que têm sócios. Isso ocorre pelo fato de que esse modelo permite a inclusão de outros sócios por meio de um Contrato Social. Além de toda a responsabilidade estar limitada ao capital social do negócio, o que significa que os patrimônios dos sócios não podem ser usados para pagar dívidas da organização.

Outro benefício da LTDA é que, por meio do Contrato Social, os sócios podem tomar todas as decisões relacionadas ao negócio, bem como a responsabilidade de cada um, além da possibilidade de entrar e sair da sociedade à vontade, condicionado à modificação do Contrato Social.

Sociedade em Nome Coletivo

Nesse tipo de empresa, todos os sócios são pessoas físicas e adquirem responsabilidades ilimitadas. Assim, a sociedade é fundamentada em solidariedade, já que todos podem responder pelos deveres da companhia com seu patrimônio pessoal. Os limites de responsabilidade de cada um são estipulados no Contrato Social. Além disso, a gestão da empresa deve ser feita pelos sócios, de forma obrigatória, não podendo ser transmitida para terceiros.

Sociedade em Comandita Simples

Trata-se de uma sociedade mais parecida com a Empresa em Nome Coletivo, se diferenciando na questão que os sócios podem ser tanto comanditados — caracterizados por pessoas físicas responsáveis pelos deveres sociais da organização — como comanditários, que são as pessoas responsáveis somente pelas suas cotas.

O dever de cada um precisa estar delimitado no Contrato Social, sendo que para os comanditados valem as mesmas orientações para a Sociedade em Nome Coletivo e os comanditários não exercem o papel de administrador e não têm o nome inserido na firma.

Sociedade em Comandita por Ações

É um tipo de empresa que tem o capital do negócio separado em ações e é regulamentada pelas regras da Sociedade Anônima. Os administradores da organização são os acionistas, na qual o direto pode ser definido por eles, que também podem destituí-lo do cargo, desde que juntos apresentem, no mínimo, dois terços do capital social da empresa.

Conseguiu entender a importância de conhecer os tipos de empresa? Para escolher o modelo mais adequado para o negócio, é importante observar várias características. Por esse motivo, o ideal é contar com uma empresa de contabilidade com qualificação para fazer a melhor escolha e evitar problemas.

Quer saber por que a J.F. Granja é melhor solução para o seu negócio? Então, entre em contato agora mesmo e veja como podemos ajudar nesse sentido!

CTA Contato
Você também pode gostar

Deixe um comentário