Conheça os principais relatórios contábeis para PME

relatórios contábeis
6 minutos para ler

Ter uma contabilidade eficiente é essencial em qualquer companhia, independentemente do seu tamanho. Isso porque ter o próprio negócio requer diversas obrigações que, caso não cumpridas, podem gerar muitos problemas para o negócio. Temos como exemplo a elaboração dos relatórios contábeis.

Apesar da sua semelhança quando comparada às grandes empresas, as PMEs têm algumas peculiaridades que devem ser observadas para evitar falhas que possam influenciar nas decisões e no crescimento sustentável da organização. Por esse motivo, é necessário estar atento quanto a isso.

Portanto, elaboramos este post para mostrar os principais relatórios contábeis que devem ser elaborados pela PME e quais erros devem ser evitados. Confira!

Quais são os principais relatórios contábeis para PME?

Existem alguns relatórios contábeis que, além de serem obrigatórios por lei, são imprescindíveis para que a empresa conheça a sua situação atual e possa tomar as melhores decisões com base em dados reais e precisos. Conheça os principais deles a seguir.

Balanço Patrimonial

O balanço patrimonial se trata do demonstrativo que demonstra a posição do patrimônio de uma instituição de forma quantitativa e qualitativa. Esse patrimônio é entendido como todos os ativos, que são os bens que propiciam lucro, e passivos, que são as obrigações financeiras que devem ser cumpridas.

Sua finalidade principal é prestar informações importantes para os sócios e gestores, auxiliando nas decisões do negócio, além de gerar para o Fisco os dados devidos para acompanhamento das obrigações e contribuições a serem feitas. Também é possível identificar as origens e investimento dos recursos que fazem com que a empresa funcione e obter índices relevantes de controle financeiro.

Demonstração do Resultado do Exercício (DRE)

Trata-se de uma das demonstrações financeiras mais importantes, pois é o relatório responsável por apontar, de forma mensal ou anual, se a companhia está obtendo lucro ou prejuízo. É constituído por receitas, despesas e deduções tributárias, das quais é possível retirar diversas informações — como EBITDA, receita líquida, margem de contribuição, margem bruta, resultado líquido e resultado operacional.

Demonstração de Fluxo de Caixa (DFC)

É o controle de entrada e saída de dinheiro da empresa. Trata-se de um demonstrativo por regime de caixa, e não de competência, com a finalidade de informar todo o valor que entrou, saiu e quais foram seus destinos. Também aponta o saldo mínimo do caixa, o que é importante para compreender a saúde financeira do negócio e realizar projeções.

Quais são os principais erros na elaboração dos relatórios contábeis e que devem ser evitados?

Os erros na elaboração dos relatórios contábeis propiciam números irreais e que impossibilitam uma visão concreta dos números reais da empresa, o que gera vários prejuízos. Conheça os mais comuns.

Classificação incorreta de ativos e passivos

Apesar de entender como o balanço é realizado, pode ocorrer algum erro na hora de classificar os ativos e passivos por se tratar de uma questão um pouco complexa. É necessário saber qual valor está sujeito a pagar e quanto deve receber dos clientes. Por esse motivo, classificar esses números de forma correta é fundamental.

Falhas na inserção de entrada de dados

As falhas na entrada de dados acontecem quando as informações são inseridas de maneira incorreta no banco de dados por meio dos documentos — esse erro ocorre quando existem inconsistências nos livros. Por exemplo, os números podem ser trocados, causando sérios transtornos e, por isso, é necessário fazer o cruzamento das informações para evitar esse problema.

Já no caso da emissão do registro de informações relativas às entradas, esse erro pode acontecer nos casos em que existem muitas operações, e o responsável acaba se esquecendo de alimentar o sistema.

Erros de cálculos

O número de erros de cálculos dos impostos é um ato que pode passar despercebido. No entanto, quando é identificado, é impossível não ter que desembolsar mais dinheiro para contratar um profissional especialista para solucionar diversos problemas provocados por essa falha, como: pagamento equivocado de tributos, entrega de declarações imprecisas, descumprimento das obrigações previstas em lei, necessidade de retrabalho das atividades, aplicações de multas pelo Fisco, entre outros.

Violação dos princípios contábeis

Grande parte das empresas se preocupam em realizar todas as atividades contábeis com exatidão e tranquilidade, enquanto em outras, esses processos podem ser tornar grandes desafios. Isso pode ocorrer por causa da violação dos princípios contábeis realizada por contadores com pouca experiência ou baixa qualificação.

Divergências referentes aos ativos, por exemplo, podem gerar uma compreensão errada do patrimônio da companhia, algo que pode parecer pequeno, mas que a longo prazo pode atrapalhar bastante as decisões estratégicas, gerando a falsa ideia de que a empresa se encontra em uma situação financeira confortável, enquanto, na verdade, a história é outra.

Tudo isso pode provocar uma série de conflitos resultantes em prejuízos de tempo e recursos que poderiam ser facilmente evitados.

Erros no inventário

É fundamental ter uma estimativa do inventário da organização, além dos itens que estão em trânsito. Em algumas situações, é possível lidar com vários tipos de estoques e ter que definir qual produto deve ser adquirido em um futuro próximo.

Uma das falhas que ocorrem com mais frequência é reescrever qualquer retorno de vendas, ou seja, mercadorias que voltaram e que precisam ser inseridas novamente no inventário. O fato é o seguinte: se você usar listagens diversas, fica muito mais difícil manter um registro eficaz de todos os produtos.

Incoerência na declaração de renda e despesas

A demonstração de resultados e despesas é realizada para estabelecer os custos dos bens vendidos. Por esse motivo, um erro de cálculo pode influenciar diretamente na estratégia e no lucro líquido ou bruto da companhia.

Além disso, é preciso manter o relatório de entradas e saídas sempre atualizado, já que qualquer incoerência nessa análise pode impactar as declarações de lucros e perdas, gerando prejuízos para o negócio.

Conseguiu entender a importância dos relatórios contábeis para a PME? Para manter seu pleno funcionamento e garantir o crescimento sustentável, o ideal é contar com o auxílio de um contador qualificado para realizar essas atividades e orientar da melhor forma possível sobre todos os procedimentos e obrigações que devem ser cumpridos.

Deseja manter os relatórios contábeis da sua empresa sempre em dia? Então, entre em contato com a gente e veja como podemos ajudar!

CTA ContatoPowered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe um comentário