Entenda como a economia brasileira impacta os setores contábeis e fiscais

6 minutos para ler

A economia brasileira passou por uma impactante crise nos últimos anos, afetando diretamente empresas de todos os ramos e portes, incluindo os setores contábeis e fiscais. Em razão desse fenômeno, a população de forma geral passou a se interessar mais por assuntos que envolvem a economia do país.

Entender sobre economia é importante para qualquer profissional que deseja desenvolver seus negócios. As empresas de contabilidade que conhecem a economia brasileira e os panoramas para o seu futuro conseguem se diferenciar no mercado e garantir sua sobrevivência a longo prazo.

Por essa razão, redigimos este artigo que informa a importância de entender sobre a economia do país, como está o seu atual cenário, como ela interfere no setor contábil e fiscal e, no fim, como o conhecimento no assunto o ajudará a aproveitar de tendências e oportunidades no mercado. Confira!

Qual é a importância de conhecer a economia brasileira?

Economia é uma área excepcionalmente complexa e extensa, e diversos temas dela exigem um estudo aprofundado. Entretanto, ainda há assuntos relacionados à economia que podem ser de fácil entendimento para profissionais de qualquer área, bastando encontrar uma boa fonte que traz explicações claras e didáticas.

O empreendedor que tem conhecimentos básicos sobre a economia brasileira consegue tomar decisões mais assertivas e obter resultados mais eficientes.

Por exemplo, quando o especialista contábil sabe sobre o funcionamento da taxa Selic (taxa de juros básica da economia), ele consegue identificar os investimentos com maiores retornos financeiros. Além disso, ao entender a projeção da inflação para o restante do ano, o gestor poderá se planejar com mais assertividade em relação aos valores do mercado em um período futuro, já que a taxa da inflação impacta diretamente nesse aspecto.

Quando um indivíduo sabe como funciona a economia do país, ele também poderá entender quais são as tendências futuras para o seu mercado. Por exemplo, o aumento da inflação e desemprego fez com que a capacidade de consumo da população diminuísse, fazendo-a optar por produtos e serviços mais econômicos.

Qual é o atual cenário da economia brasileira?

Nos últimos anos o Brasil tem começado a se recuperar da crise econômica que ele passou, portanto os números, resultados e projeções são mais positivos em comparação a um passado recente. Neste tópico, explicamos quais são alguns dos principais fatores sobre a economia atual do país.

PIB

O Produto Interno Bruto (PIB) é uma métrica que representa a soma dos serviços, bens e produtos, tendo como objetivo principal a medição da atividade econômica do país.

De acordo com a Agência Brasil EBC, a projeção para crescimento do PIB era de 1,6% para 2019, mas passou a ser de apenas 0,8%. Para o ano de 2020, a estimativa de crescimento é de 2,2%.

Isso demonstra que a recuperação econômica do Brasil continua lenta, sendo que a aprovação da Reforma da Previdência é crucial para acelerar o crescimento do PIB, bem como garantir a sustentabilidade para os próximos anos.

Inflação

A inflação é uma taxa que mede o aumento generalizado dos preços de todos os bens e serviços do país. Na prática, ela demonstra que o dinheiro está perdendo valor com o passar do tempo.

Caso ela seja alta, vários transtornos são causados ao país: o dinheiro poupado pelos cidadãos perderá valor com maior velocidade, o poder de consumo da população diminuirá, entre outros efeitos.

Ainda conforme a Agência Brasil EBC, a meta de inflação que o governo brasileiro desejava alcançar em 2019 era de 4,1%, porém ele conseguiu fazer com que ela fechasse em queda para 3,8%, o que é um sinal positivo.

Taxa Selic

A Selic é a taxa básica de juros que serve como base para calcular juros de empréstimos bancários ou do governo. O Banco Central reduziu a Selic para apenas 6% ao ano, consistindo no menor valor da história.

Isso significa que os empréstimos se tornaram mais econômicos, porém os investidores precisam se empenhar mais para conseguir bons retornos na renda fixa.

Abertura econômica

O atual governo brasileiro objetiva promover uma abertura comercial do Brasil, desburocratizando transações e reduzindo taxas. Um dos instrumentos que permitirá esse fenômeno é o Acordo Mercosul-União Europeia, cujo objetivo é o de integrar as cadeias globais de suprimento, facilitando as trocas de mercadorias e aumentando a competitividade do mercado.

Como isso interfere nas empresas dos setores contábil e fiscal?

A economia está intrinsecamente ligada aos setores contábil e fiscal, já que esses são ramos que desempenham um papel estratégico dentro das empresas.

Diferente do que muitos pensam, os contadores não são mais os profissionais que simplesmente atuam na contabilização dos tributos de uma empresa. Eles atuam diretamente na abertura do negócio, elaboram relatórios auxiliam o gestor na tomada de decisão, ajudam na elaboração de planejamentos e muito mais.

Esses profissionais devem ficar atentos às mudanças da economia brasileira para ajudar os gestores a tomar as decisões mais vantajosas possíveis para seus negócios.

Além disso, algumas mudanças na economia também interferem nas suas oportunidades de mercado. Por exemplo, o alto índice de desemprego gerado pela crise econômica fez com que grande parte das pessoas iniciassem seus próprios negócios.

De acordo com a UOL Economia, o Brasil está batendo recordes na criação de Microempreendedores Individuais (MEIS) e pequenos negócios nos últimos anos, sendo que essas pessoas necessitarão de serviços contábeis e fiscais para garantir sua sobrevivência a longo prazo.

Os acontecimentos na economia geraram reflexos diretamente sobre a demanda por profissionais do ramo para pequenos e médios negócios.

Como se manter informado pode ajudar a aproveitar oportunidades do mercado?

Graças ao conhecimento sobre economia, o contador conseguirá prever as tendências e demandas do mercado. Por exemplo, o aumento no número de pequenos negócios faz com que as empresas de contabilidade direcionem seus esforços para atender esse tipo de empresa, auxiliando-os a regularizar sua abertura, reduzir a carga tributária, emitir notas fiscais etc.

Outro exemplo de oportunidade consiste no processo de abertura da economia brasileira. Se o profissional acompanhar as negociações internacionais realizadas pelo governo, ele poderá prever a entrada de empresas estrangeiras no país e se preparar para receber essa demanda.

Muitos gestores acreditam que as informações sobre a economia brasileira não impactam sua rotina, porém se trata de um assunto relevante para o ramo contábil e fiscal, sendo um conhecimento crucial para que as empresas da área consigam prever e aproveitar as oportunidades de mercado.

Assine já a nossa newsletter para receber novidades sobre esse e outros assuntos diretamente no seu e-mail! É gratuito!

CTA ContatoPowered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe um comentário