Demonstração do resultado do exercício: entenda sua importância

demonstração do resultado do exercício
12 minutos para ler

Entender os principais pontos que envolvem a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE), é um aspecto importante dentro das empresas, tendo em vista se tratar de um documento que resume todas as transações financeiras da empresa e apresenta se no final houve lucro ou prejuízo.

Sendo assim, é fundamental para que os empreendedores e gestores possam ter uma visão completa dos resultados do negócio e, dessa forma, tomar decisões mais acertadas, com base em resultados precisos, em prol de aumentar os resultados, aprimorar a gestão e manter sua saúde financeira.

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo para explicar de forma completa o que é DRE, sua importância, informações que devem estar presentes, como elaborá-la, entre outros aspectos relevantes a respeito do tema. Confira!

O que é a demonstração do resultado do exercício?

O Demonstrativo de Resultados do Exercício (DRE) é uma espécie derelatório que apresenta informações de maneira resumida a respeito das atividades da companhia em um certo período, permitindo a identificação se houver lucros ou prejuízos.

Apesar de ser criada anualmente considerando as obrigações legais, também pode ser feita mensalmente ou trimestralmente com o intuito de proporcionar análises gerenciais e administrativas, sendo uma ferramenta importante para a gestão da empresa.

Entre as principais finalidades da sua confecção está a de detalhar cada fator que constitui o resultado líquido da organização em um exercício por meio de comparação com custos, receitas, despesas e demais itens que vão levar à geração de informações relevantes paratomada de decisão.

Além disso, colabora tanto para o estudo de desempenho geral do negócio, quanto a avaliação da eficiência dos gestores em conquistas resultados positivos em seus respectivos setores.

Para que serve?

A Demonstração do Resultado do Exercício pode ser vista como uma grande aliada da companhia. Por este motivo, saber analisá-la é essencial para o aprimoramento da administração da empresa.

Ao utilizar essedocumento como relatório gerencial, é possível averiguar como anda a saúde financeira e, assim, aplicar os dados obtidos como base para criar ações estratégicas que vão proporcionar a minimização dos gastos e fazer a empresa chegar a um lucro maior.

A DRE também é vista como necessária para agentes externos à organização. Por exemplo, o governo usa as informações geradas para averiguar se osimpostos foram calculados da forma exata e realiza a conferência do lucro declarado no relatório com os apontados pelos sócios da declaração de Imposto de Renda.

A DRE também costuma ser importante no momento da solicitação de empréstimos e financiamento, já que os bancos e demais instituições financeiras podem exigir o demonstrativo para mensurar a situação do negócio e definir se vão aprovar a concessão ou não, além dos investidores analisar para ter mais confiança e segurança para aplicar seu capital.

Quais são as informações contidas na DRE?

Existem algumas informações que precisam estar presentes para que a DRE seja bem-elaborada. Veja a seguir quais são!

Receita de vendas

Abrange todas as vendas feitas pela organização, seja por meio de produtos ou prestação de serviços. É preciso salientar que não devem ser aplicadas na receita somente as vendas com entrada de dinheiro no caixa, tendo em vista que a receita retrata a venda efetiva do produto ou prestação do serviço, independentemente de quando o pagamento será recebido.

Impostos e deduções

Nesse caso, são apontadas todas astributações que recaem nas vendas, por exemplo, ISS e ICMS. Além disso, é preciso considerar o entendimento da incidência e não do pagamento. Isso significa que serão escrituradas no DRE todos os impostos devidos, sem considerar se já foram pagos ou não.

Ainda precisam ser considerados os tributos apurados sobre o lucro, como o Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (IRPJ) e a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL). As outras deduções a serem inseridas são as devoluções, vendas canceladas e descontos fornecidos.

Receita líquida

Representa a receita bruta deduzida dos impostos e deduções.

Custo de venda

Representa todo o montante aplicado para comprar e vender o produto que será repassado aos clientes ou para prestar algum tipo de serviço.

Lucro bruto

Equivale à receita líquida reduzida dos custos.

Despesas

Constitui todos os gastos que não representam custos, necessários para a continuidade dos processos da companhia, por exemplo, aluguel, água, luz, telefone, internet e demais. Além disso, podem ser divididas em despesas operacionais, administrativas, com venda, entre outros, já que vai variar de acordo com a organização e gestão de cada organização.

Lucro Operacional

Trata-se do lucro bruto deduzido das despesas.

IRPJ e CSLL

São impostos que ficam separados dos demais devido ao fato de incidirem de forma direta sobre o lucro das empresas, no entanto, isso não se aplica aos enquadrados no Simples Nacional, considerando que acabam recaindo também sobre a receita bruta.

Receitas e Despesas não operacionais

Podem acontecer receitas não ligadas à atividade principal do negócio, por exemplo, a venda de um ativo imobilizado. Nesse tipo de situação, essa receita é separada das outras para que fique nítido na DRE o que a companhia adquiriu por meio da sua atividade principal somente.

Da mesma maneira, as despesas não operacionais também são reservadas, para que a pessoa responsável por analisar a DRE entenda que tais números não compõem a atividade principal e, muitas vezes, a rotina da companhia. Como exemplo de despesas não operacionais podemos apontar multas recebidas, doações realizadas e demais.

Receitas e Despesas Financeiras

São números que também ficam isolados em determinado grupo dentro da DRE para que não prejudique a análise do resultado operacional, por exemplo, receitas financeiras dos rendimentos de aplicações e descontos adquiridos, ou despesas financeiras representadas por juros e multas pagos devido ao atraso no pagamento de impostos.

Resultado do exercício

É o lucro ou prejuízo identificado depois do lançamento de todas as receitas e despesas já mencionados. Ao encontrar lucro, este poderá ser compartilhado entre sócios ou acionistas, e ser declarado no Imposto de Renda dos mesmos.

Como é a estrutura da DRE?

Após entender quais são as informações que não podem faltar na DRE, é importante saber estruturá-las de forma adequada, com o intuito de simplificar a leitura e auxiliar de forma efetiva nas decisões a serem tomadas depois de sua análise. De maneira resumida, DRE de uma organização é estruturada da seguinte forma:

Receita Bruta de Vendas

  • (-) Abatimentos e Deduções;
  • (=) Receita Líquida das Vendas;
  • (-) CMV/CPV/CSP;
  • (=) Resultado Bruto;
  • (-) Despesas com as Vendas;
  • (-) Despesas Administrativas;
  • (-) Demais Despesas;
  • (+) Outras Receitas;
  • (-) Despesas Financeiras;
  • (+) Receitas Financeiras;
  • (=) Resultado Anteror ao CSLL/IR;
  • (-) IR/CSLL;
  • (=) Resultado Líquido do Exercício.

É necessário deixar claro que esse é apenas um exemplo de como o DRE pode ser estrutura pela companhia, contudo, se trata de um relatório gerencial, o que quer dizer que, as empresas podem acrescentar ou eliminar informações, conforme as suas necessidades, fazendo com que o documento seja flexível considerando cada organização.

Por que fazer a DRE é importante?

Ao ser utilizado junto do Demonstrativo de Fluxo de Caixa e oBalanço Patrimonial, contribui para uma análise mais eficiente da saúde financeira de qualquer negócio, independentemente do seuporte ou ramo de atuação.

Por meio dele, a organização pode mensurar sua capacidade de lucro e, quando preciso, fazer alterações na gestão para aprimorar os resultados. Quando o documento retrata a situação real da companhia, torna possível uma administração focada na competência e eficiência, flexível às necessidades da empresa em geral.

Além disso, por ser um relatório detalhado e minucioso, a DRE disponibiliza aos gestores elementos relevantes para uma tomada de decisão baseada em fundamentos concretos. Sem essas informações, a mensuração da verdadeira posição do negócio fica muito mais complicada, comprometendo as práticas implementadas para a melhoria dos resultados. Veja a seguir, as principais vantagens de contar com uma DRE bem-elaborado.

Auxílio para tomada de decisão

Entre os principais benefícios da Demonstração do Resultado do Exercício, está o de tornar o processo de tomada de decisão mais simples e acertado. Isso ocorre pelo fato do relatório reunir e apresentar com precisão os dados necessários para mensurar o desempenho da organização e apurar o desenvolvimento em busca do alcance dos objetivos e metas de seus departamentos.

Dessa forma, é possível criar estratégias baseadas em informações concretas, solucionar falhas e criar medidas para obter os resultados esperados.

Propõem uma visão ampla da situação financeira

Além de apontar se a empresa teve prejuízo ou lucro, a DRE também disponibiliza uma visão clara de todas as operações financeiras, como situação do caixa, composição dos custos relativos, nível de endividamento, controle preventivo do fluxo de caixa, lucro e margem da operação, estratégia de financiamento, entre outros.

Transparência para operações de crédito

A DRE também é uma ferramenta poderosa para apresentar os resultados da companhia a investidores, bancos, credores e demais. Assim, ela pode ser apresentada à instituição financeira para negociar financiamentos ou empréstimos, por exemplo.

Nesse caso, o relatório é utilizado para medir a capacidade de pagamento da empresa e, se o resultado for positivo, ainda é possível minimizar os juros e conseguir a liberação de um valor maior de crédito. Ou seja, é um relatório capaz de provar que a organização tem potencial de desenvolvimento e para captar investimentos.

Como fazer a análise da DRE?

Depois de entender o conceito de DRE, quais informações devem estar presentes e de que forma pode ser estruturada, é preciso ter noção de como fazer uma análise eficaz dos resultados encontrados e, dessa forma, utilizá-los de forma consistente para o alcance dos propósitos do negócio. Nesse caso, existem duas formas de apuração: vertical e horizontal. Conheça um pouco mais sobre elas!

Análise vertical

É o tipo de análise que ajuda a averiguar quanto, de forma percentual, cada conta de custos ou despesas significa quando comparada com a receita bruta. Por meio dessa prática, o gestor consegue acompanhar com o passar do tempo se os valores continuam estáveis e em conformidade com as expectativas. Caso contrário, é possível identificar quais são os elementos que estão gerando mais impactos nos resultados e fazer as correções necessárias.

Análise horizontal

No caso da análise horizontal, contribui para identificação da proporção entre o aumento ou redução das receitas, despesas ecustos no decorrer do tempo. Ou seja, por meio dela é possível comparar os resultados do mês com o obtido no mês antecedente, contribuindo assim para controlar a produtividade e lucros da companhia, além de compreender se os resultados estão sendo melhores ou piores.

Qual a importância de contar com uma contabilidade especializada?

Para que a elaboração da DRE tenha os resultados esperados, é importante contar com umacontabilidade especializada. Veja por quais motivos é fundamental contar com esse tipo de serviço:

  • cumprimento legal, realização de controle e cálculos efetivos, considerando todos os itens exigidos para a criação do documento;
  • registro de todos os números relevantes para a empresa;
  • elaboração de um relatório gerencial de acordo com as necessidades e realidade do negócio;
  • leitura adequado do documento, possibilitando uma melhor compreensão precisa sobre a saúde financeira da companhia;
  • apresentação de dados confiáveis para a tomada das melhores decisões, por exemplo, melhor hora para investimento ou gastos que precisam ser cortados;
  • modernização e facilitação das operações contábeis da empresa.

Conseguiu entender os principais pontos que envolvem a Demonstração do Resultado do Exercício? Ao ter essa compreensão, se torna muito mais simples visualizar a real situação da empresa, e gerenciá-la de uma forma muito mais eficaz. Dessa forma, no momento de tomar decisões, você será embasado com dados certeiros para entender quais são as melhores ações a serem práticas e, assim, gerar resultados muito mais positivos.

Seja a realização de um novo investimento, lançamento de produtos e serviços no mercado, redução de custos e demais, ao contar com um bom serviço de contabilidade, você pode contar com o auxílio de profissionais capacitadas e experientes, que vão realizar diversas tarefas e direcionar os próximos passos a serem executados, o que vai levar a um desenvolvimento e aumento de competitividade muito mais ágil.

Conseguiu esclarecer suas dúvidas por meio desse conteúdo? Então, aproveite sua visita para seguir nossa página noFacebook eLinkedIn, e ficar por dentro de informações importantes e atualizadas sobre outros assuntos! 

CTA Contato
Você também pode gostar

Deixe um comentário