Veja os principais benefícios da contabilidade ambiental

contabilidade ambiental
6 minutos para ler

A contabilidade ambiental está ganhando cada vez mais espaço no mercado, tendo em vista ser uma área que tem como finalidade coletar, analisar e acompanhar dados relativos às atividades da companhia, que possam gerar impactos diretos, indiretos e suas consequências ao meio ambiente.

Sua importância se deve ao fato de que, ao não compreender essas influências e seus resultados financeiros, fica mais difícil tomar decisões acertadas e que sejam benéficas para todos.

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo para esclarecer os principais pontos sobre o assunto. Acompanhe!

Qual é o objetivo da contabilidade ambiental?

O intuito da contabilidade ambiental é proporcionar informações e avaliar resultados sobre a atuação da companhia junto ao meio ambiente. Entre os dados mensurados estão os custos e investimentos ambientais, padronização de ações para prevenções, minimização e controle de fatores ambientais, bem como todos os documentos relativos aos riscos, impactos, descarte de materiais, degradações, saneamento, entre outros.

Essas informações podem contribuir para as decisões do negócio e criação de políticas ambientais, além de evitar que a empresa seja penalizada por falta de cumprimento ou violação às normas vigentes.

Quais são os principais benefícios da contabilidade ambiental?

A implementação da contabilidade ambiental pode gerar diversas vantagens para a organização. Entenda as principais!

Controle dos impactos das ações

A aplicação da contabilidade ambiental auxilia na identificação e aplicação de recursos de forma que os investimentos estejam fundamentados em indicadores precisos e com o monitoramento adequado. Isso fará com que a organização execute os seus processos, e ao mesmo tempo, consiga diminuir o seu impacto no meio ambiente.

Com tudo isso, várias pessoas serão favorecidas, considerando que a companhia consegue aumentar suas chances de mitigar os efeitos no meio ambiente de forma progressiva.

Padronização dos processos

Com a geração de dados relevantes, fica mais fácil conseguir o controle e obtenção de indicadores sobre o desempenho ambiental, simplificando a padronização das ações de fornecimento dessas informações para os variados públicos de interesse do negócio.

Redução dos custos

A contabilidade ambiental promove a correta aferição de consumo e recursos, como eletricidade e água, além de fazer um estudo efetivo de como elaborar as melhores estratégias para minimizar os custos. Também é possível compreender a viabilidade das ações ambientais pretendidas, mostrando se vale a pena ou não alocar recursos para determinadas práticas.

Auxílio na tomada de decisões

A contabilidade ambiental é uma ferramenta potente para ser usada pela organização em suas avaliações de riscos e elaboração dos próximos passos. Entre as atividades executadas estão aferição de consumo de insumos, avaliação monetária dos gastos, entre outros.

Aumento da transparência

Uma contabilidade especializada como a ambiental consegue elaborar relatórios integrados que têm o intuito de reunir informações ambientais, financeiras, sociais e demais, de forma abrangente.

Ao ter uma visão ampla dos principais desafios enfrentados pelo negócio, é possível criar estratégias para diminuir os riscos e estabelecer um futuro sustentável ao longo prazo e aumentar a competitividade.

Essa transparência sobre os riscos relacionados à sustentabilidade da empresa simplifica a assertividade dos investimentos para o meio ambiente, gerando bons resultados para todos.

Melhora da imagem corporativa

A criação de um balanço ambiental também colabora com a transparência da gestão e melhora da imagem da instituição. Pelo fato de as empresas terem cada vez mais responsabilidades sociais, esse é um aspecto relevante. Além disso, é uma questão ligada à contribuição da companhia para um ambiente de negócios mais sustentável.

Como colocar a contabilidade ambiental em prática?

É importante que a empresa busque adequar suas ações para colocar a contabilidade ambiental em prática. Veja algumas delas!

Desenvolver um entendimento de desenvolvimento sustentável

Para implementar a contabilidade ambiental, é necessário criar um plano de ação que englobe mudanças nos processos executados e ações ecológicas e, após, levar esse esforço para ser aplicado por meio dos serviços contábeis.

Avaliar todos os custos envolvidos

Grande parte das organizações apresenta muitas dificuldades em mensurar seus custos ambientais. Um passo importante nesse processo é avaliar todas as medidas produtivas que, de uma maneira ou de outra, geram impactos ao meio ambiente, além dos investimentos que resultam em desenvolvimento sustentável.

Apresentar as informações coletadas aos balanços contábeis

Outra prática que deve ser adotada pela empresa é realizar a escrituração de certos dados, por exemplo:

  • ativo: indicar os valores recebidos de certas receitas ambientais, como um possível ressarcimento do governo pela preservação de certa área, participações societárias em companhia com foco na preservação ecológica;
  • ativo imobilizado: bem obtido com o objetivo de minimizar impactos ao meio ambiente;
  • passivo: prejuízos originários de multas por descumprimento da lei, indenizações ambientais, entre outras informações que entender ser importantes.

Adotar a inserção da norma ISO 14.001

Isso porque a ISO 14.001 se trata de uma norma aplicável às organizações de qualquer porte e ramo de atuação, e tem a finalidade de adequar os recursos e processos a ações ambientais que sejam vistas como de excelência em todos os locais.

O fito dessa regra é trabalhar com a redução de eventuais riscos ao meio ambiente, prevenção de impactos ecológicos, aumento do desempenho ambiental e comunicação das ações implementadas aos membros envolvidos.

Ao ter um selo ISO 14.001 a empresa adquire mais seriedade e comprometimento com o desenvolvimento sustentável, o que facilita o aposte de recursos e aumento da credibilidade do negócio no mercado.

Criar uma cultura de transparência sobre os danos gerados ao meio ambiente

Um erro muito grave é esconder informações sobre possíveis danos que a empresa e suas atividades possam gerar ao ecossistema, já que investidores, clientes e demais parceiros estarão sempre de olho na honestidade da organização em relação aos impactos produtivos na natureza.

Nesse caso, a melhor ação a ser adotada é divulgar informações verdadeiras e prezar pela transparência, bem como as medidas corretivas que aprimoraram os processos do negócio para que possa se tornar mais comprometido não somente com o lucro, mas com fatores relacionados à preservação.

Conseguiu entender melhor sobre a contabilidade ambiental, suas vantagens e aplicação? Por meio desse instituto é possível criar as ações adequadas de produção e controle de danos ao meio ambiente, tornando o negócio mais sustentável e competitivo, aumentando suas chances de crescimento.

Gostou deste artigo? Então, aproveite para curtir nossa página no Facebook, ficar por dentro de nossas publicações e aprender melhor sobre temas incríveis!

CTA Contato
Você também pode gostar

Deixe um comentário